13 de fevereiro de 2014
Sem categoria


Conheça cinco produtinhos “Aussie” que viraram ícones e fazem bonito na nécessaire, geladeira ou como souvenir chique 


Fui de férias para a Austrália e me encantei com o país. 

Imagine um lugar onde tudo funciona, as ruas são limpas e seguras, as pessoas relaxadas e educadas, a natureza é exuberante e o clima incrível. Ah, e tem um monte de praia linda também…e montanhas…e passarinhos…e lagos em forma de coração…ufa! 

Assim é a Austrália, uma espécie de Brasil que deu certo! Pra se ter uma ideia, o que mais mata no país é …picada de cobra. Ou seja, se você não costuma fazer bushwalking (caminhadas no bosque) distraído e de chinelo, o risco de você morrer de causas não-naturais é ínfimo. 

Pois bem, foi lá, neste lugar incrível, que descobri uns produtinhos bem legais e que quero compartilhar aqui neste blog. 


Lucas’ Papaw Ointment – esta pomadinha/creme/gloss foi criada em 1910, em Brisbane, e serve pra tudo! Sem exagero! Pode passar em picada de inseto, queimadura de sol ou pequenas queimaduras, pele ressecada, etc. Mas a mulherada usa mesmo como gloss, para hidratar os lábios e dar uma corzinha saudável. O princípio ativo é o mamão papaia. Custa, em média, US$ 5 e dura uma eternidade.   


Le Tan Classic 30+ Lotion – Uma das primeiras marcas australianas a reconhecer os perigos da exposição ao sol sem proteção. Lançado em 1977, em Melbourne, o protetor solar ficou famoso com uma campanha memorável nos anos 80, com o slogan”Better Le Tan Than Le Lobster” (Melhor Le Tan do que lagosta). Durante todos estes anos, tornou-se referência na categoria, com sua tradicional embalagem azul, branca e vermelha. Os potes são enormes ( e baratos – US$ 10 dólares) e os australianos se lambuzam com o produto antes de encarar as altas temperaturas e os raios ultravioleta tão perigosos.   


Jurlique Herbal – O primeiro produto Jurlique surgiu em 1985, quando o dr. Jurgen Klein e sua esposa Ulrike (especialistas em ervas, química e homeopatia), em Adelaide Hills, lançaram uma marca pioneira nos cuidados com a pele usando produtos naturais. Em 1994, nasceu o Jurlique Herbal Recovery Advanced, um serum concentrado com um complexo ativo patenteado: o Naturadiance PB18 +, que ajuda a reduzir linhas finas, aumenta a elasticidade da pele, restaura o brilho e garante a hidratação, enquanto os antioxidantes criam uma barreria natural para ajudar a proteger contra agressores ambientais. Queridinho de beldades australianas, como Nicole Kidman e Asher Keddie, virou cult e conquistou fãs em vários países. O preço é salgadinho – US$ 165 – mas equivale a produtos como Visionnaire, da Lancôme. 


Bio Oil – o produto é de origem sul-africana, mas acabei conhecendo na Austrália. É um óleo leve que pode ser usado depois do banho, para minimizar estrias, cicatrizes, pele ressecada e marcas. A textura é deliciosa e não pesa. Eu usava mesmo para hidratar a pele depois de muita praia. Já está sendo vendido no Brasil e custa, em média, R$ 30. Vale muito a pena…

Vegemite – uma das coisas mais estranhas – e gostosas – que já experimentei. Vegemite é o queridinho do café da manhã australiano e transforma cada torrada cm manteiga em uma cura potente contra ressaca, mesmo sendo feito com sobras de extrato de levedura de cerveja. O produto, fabricado desde 1923, tem a consistência de brigadeiro, mas é salgado; é o campeão mundial no fornecimento de vitamina B e deve ser comido com pão ou torrada, manteiga e uma camada fina de vegemite. Praticamente livre de gordura e açúcar, tem uma quantidade razoável de sal, e provavelmente por isso cai tão bem depois de uma noite de bebedeira. Eu comprei no supermercado uma versão que vem em um tubo amarelo, super icônico, para dar de lembrancinha para amigos no Brasil. Custa em média US$ 3 dólares. 

Fotos: Reprodução
Curta a página do Atitude 40 no Facebook: www.facebook.com/Atitude40


por
Comente pelo facebook:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz