28 de setembro de 2012
Sem categoria

Com o “furor uterino” causado pelo lançamento (e sucesso) do livro pornô-soft  Cinquenta Tons de Cinza, deu para perceber que mulher gosta, sim, de sacanagem. Mesmo que no caso do livro (que não li e estou pensando se devo passar na frente de uma lista de outros mais interessantes) o tema seja tratado de maneira mais “light”, com pitadas de sadomasoquismo para dar o ar “levadinho”.

Vale lembrar que foi a quarentona certinha E.L. James que botou o assunto em pauta no mundo todo. Ponto pra ela, que teve coragem de deixar a vidinha pacata de mãe de dois adolescentes, para entrar no universo dos chicotinhos, algemas e entrevistas.

Já que o interesse pelo tema existe, segue uma listinha de Literatura Erótica para apimentar a mente. Como todos sabem, na mulher, a principal zona erógena é o cérebro.

1 – Kama Sutra

Um clássico da sacanagem milenar! A obra apresenta ao Ocidente técnicas e práticas sexuais, costumes e hábitos da antiga e complexa sociedade hindu. No capítulo sobre “a união sexual”, o autor traça uma tabela sobre os tipos de mulheres e homens existentes, dá dicas de relacionamentos para os pares e discorre sobre técnicas de beijos, abraços e sobre as variantes do ato sexual. Rolam umas dicas do tipo “Qual a melhor posição para um casal formado por Homem-Elefante e Mulher- Formiga” e por aí. Leia e descubra o que significa! Se tiver preguiça de ler, vale a edição só ilustrada.

2- A História de O.

Este, sim, um livro adulto de sadomasoquismo. O romance erótico escrito por Anne Desclos sob o pseudônimo Pauline Réage foi publicado na Franca, em 1954, e traduzido para vários idiomas. “O” é uma mulher livre e independente, que é levada por seu amante René a um castelo, onde se torna escrava do amante e de outros homens. Com descrições detalhadas das submissões e texto bem escrito, não pode faltar nas bibliotecas de quem se interessa pelo tema.

3- Animal Tropical (ou Trilogia Suja de Havana. Na verdade, vale qualquer livro do autor cubano Pedro Juan Gutierrez).

O escritor adora falar de sacanagem nas suas obras. Em Animal Tropical, basicamente narra as aventuras sexuais do personagem Pedro Juan, um pintor que vai para Estocolmo e mantém um caso com uma sueca, sem deixar de lado o romance que tem com a cubana Maria. Divertidas as diferenças na relação com as duas mulheres de origens distintas. E a sueca ainda leva umas chicotadas. “É um vício. Sei que a sedução é um vício igual a outro qualquer. E não existe nenhum Sedutores Anônimos. Se existisse, talvez pudessem fazer algo por mim”, conta o personagem no começo da história.

4- Contos Eróticos, de Dalton Trevisan.

Antologia reúne 16 histórias eróticas, com descrições detalhadas e saborosas da aventura sexual de seus protagonistas, escritas pelo premiado contista curitibano Dalton Trevisan. Pitadas leves de sacanagem.

5- Como fazer amor com um negro sem se cansar.

Com título instigante, é o romance de estreia de Dany Laferrière, um dos principais escritores contemporâneos de língua francesa, nascido no Haiti em 1953. Humor, erotismo, sarcasmo e poesia passeiam pela obra, que mostra o cotidiano e as fantasias de dois jovens negros exilados no Quebec durante um tórrido verão dos anos 70. Ao som de muito jazz, sexo e boa literatura, este é um livro que ri – e faz rir – dos estereótipos culturais e sexuais.

(Curtam a página do Atitude 40 no Facebook: www.facebook.com/Atitude40)

Imagens: reprodução

por
Comente pelo facebook:

Deixe um comentário

2329 Comentários em "5 livros para começar uma biblioteca erótica"

avatar
wpDiscuz