18 de janeiro de 2012
Sem categoria

Muita gente quando viaja para outros países visita apenas museus, monumentos e belezas naturais do destino. Eu gosto de ir ao supermercado! Seja na chilena e minúscula Puerto Natales ou na histórica Jerusalém, passando pela consumista New York ou pela gelada Ushuaia, entrar num supermercado ou quitanda sempre nos mostra um pouco mais da cultura e dos hábitos do povo e do lugar.

Em Madrid, por exemplo, me lembro das sacolinhas plástica biodegradáveis feitas à base de batata distribuídas gratuitamente no supermercado mais popular do bairro. Já em Paris, o vendedor de baguetes da boulangerie sequer oferecia um pedaço de papel para enrolar o pão. Juro que vi um francês colocar a baguete diretamente embaixo do braço e sair cantarolando pelas ruas. E ele estava de regata…e fazia MUITO calor naquele dia! Argh…Na minha vez, o vendedor enrolou minha baguete num pedaço de papel com a mesma mão que pegava o troco e me olhou de lado quando pedi uma sacolinha plástica…

Faço este enorme nariz de cera no (pior) estilo Poe para opinar sobre uma nova lei que passa a valer dia 25 de janeiro em São Paulo: a da cobrança pelas sacolinhas plásticas. No lugar das embalagens gratuitas, os estabelecimentos passarão a vender sacolas biodegradáveis por R$ 0,19. Quem não quiser pagar, poderá carregar as compras em caixas de papelão, bolsas de pano, mochila, trouxa na cabeça, no bolso ou no que for.

As opiniões se dividem: tem gente contra a medida por achar que as sacolinhas são mais ecológicas que as outras opções. Outros colocam as ditas como vilãs número 1 da poluição mundial, com seus vídeos no YouTube mostrando tartarugas comendo sacolinhas no mar do Hawaí.

Quem está certo? Parece discussão que envolve palestinos e israelenses. Não sei quem tem total razão, mas tenho uma opinião: bom senso.

Bom senso vale pra tudo, inclusive para o uso de sacolinhas plásticas. Cobrar do consumidor para coibir o uso é como deixar o marronzinho do CET escondido para multar o motorista. É arrecadatório! Uma campanha para orientar e ensinar sempre funciona melhor do que mexer no bolso. Eu uso as sacolinhas como saco de lixo. Mesmo tendo de pagar R$ 0,19 ainda vai ficar mais barato do que comprar pacotes de de sacos de lixo. Um pacote de 100 sacos de 20 litros custa R$ 20,00. Ou seja R$ 0,20 centavos por saco.

E, dizem os entendidos no assunto, que o plástico do saco de lixo é mais danoso ao meio ambiente do que o plástico da sacolinha. Neste cenário o que teremos? Supermercados ganhando também no fornecimento de embalagens para os consumidores que optarem por comprar as sacolinhas, além do ganho com o aumento da venda dos sacos de lixo. Uma campanha para reduzir o uso voluntário das sacolinhas ( porque tem gente folgada que bota UM sabonete por sacola)  e ensinando a fazer o descarte correto do lixo ( lavar as embalagens recicláveis antes de colocar nos saquinhos facilita a lavagem e reutilização das sacolinhas, por exemplo) poderia contribuir mais com o meio ambiente. Mas será que tem alguém pensando nele mesmo?   

E tem mais um ponto: hoje, tem gente que acha cool e elgante andar com sua sacolinha de pano de grife (tem umas sacolas de feira da Louis Vuitton que custam uma fortuna) pra dizer “olha como sou ecológico”. No supermercado mesmo que frequento tem um monte de pseudo-ambientalista ostentando suas bags de pano como troféus. Mas é só olhar com um pouco mais de atenção para perceber que rola um contrassenso: o mesmo cara que leva os produtos pra casa na bag de pano, compra frutas em bandeja de isopor (material do inferno que nunca se decompõe) ou coloca duas maçãs em um saco enorme para frutas. A foto abaixo dá uma noção do que as pessoas ditas “ecológicas” colocam nas suas bags de pano…muito plástico das embalagens!

Ultimamente, tenho optado por levar boa parte das minhas compras em caixas de papelão. Ainda sou minoria no supermercado das bags de grife!

PS: para saber mais, leia o blog Defensor da Natureza. Tem ainda este blog do Estadão sobre o assunto…

     

Fotos: Reprodução

por
Comente pelo facebook:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz